quinta-feira, 19 de março de 2009

Resultado da enquete, desabafo e poema

Obrigada a todas que participaram da enquete. A pergunta era Como você conheceu meu blog? e no total 47 pessoas votaram.

29 pessoas disseram que foi por meio de outro blog;
9 pessoas disseram que foi por meio de pesquisa no google;
5 pessoas já me conheciam antes (ou seja, eu mesma dei o endereço do blog) e
4 pessoas conheceram o blog por indicação de um(a) amigo(a)

Acredito que, dessas 29 que chegaram até aqui por meio de outro blog, muitas foram em resposta a um comentário que deixei em seus blogs (eu não tinha colocado essa opção nas respostas). Interessante também algumas pessoas terem conhecido o blog através do google, me pergunto o que elas estariam procurando e se encontraram o que queriam.

Achei válido fazer essa enquete, apesar do pouco número de votantes dá para se ter uma ideia de como circulam as notícias na blogsfera. Me pus a pensar em por que, afinal de contas, tenho um blog, já que não comercializo meus produtos. Acho que, em primeiro lugar, é por puro exibicionismo - rsrsrs... Para ter uma "platéia" para meus trabalhos, e receber elogios... Outra razão é para fazer contatos, amizades, e trocar idéias e experiências sobre artesanato. Não só visito os blogs de outras pessoas (o que eu poderia fazer mesmo não sendo blogueira), mas também posso oferecer algo em troca - um gráfico, uma ideia, uma indicação, uma dica... Acho que esses dois motivos juntos me motivam a produzir. Tem os SALS, as troquinhas, as mil e uma ideias que vimos nos blogs alheios e ficamos com vontade de fazer... Tudo isso dá uma motivação a mais e preenche nossa vida com projetos.

No meu caso as amizades que tenho feito através do blog têm sido especialmente valiosas, porque minhas amizades do "mundo real" não curtem artesanato (apenas uma grande amiga, que foi aliás quem me incentivou a começar a costurar anos atrás, mas ela está morando em outro país). Então não tenho muito quem elogie, incentive e troque ideias. É claro, volta e meia presenteio alguém com um trabalho meu, mas geralmente quem dá mais valor são as pessoas mais velhas com quem tenho contato - minha mãe, minhas tias, minha sogra... E no fundo artesanato para mim é uma válvula de escape, algo para manter minhas mãos ocupadas e satisfazer meu ego e meu senso estético. Às vezes penso, invisto tanto tempo e dinheiro nisso, e qual é o retorno? Por isso até me cadastrei no Love Quilts, para sentir que estou fazendo algo de útil com minhas costurinhas. Mas o artesanato não deixa de ser válido à medida em que me equilibra e acalma emocionalmente para enfrentar as outras áreas da vida.

Enfim, se conseguiram ler até aqui, obrigada pela paciência! Quem tiver algo a acrescentar ou criticar por favor comente, todas as opiniões serão muito bem vindas. Deixo para vocês um poema que recebi por e-mail há muito tempo, mas que infelizmente desconheço o autor. Ele resume o que penso a respeito da necessidade de termos objetivos na vida.

FELICIDADE


Seja feliz nas pequenas coisas.
Elas dão à felicidade
a oportunidade de se acercar de você,
silenciosamente,
quase sem ser vista.

Desejo-lhe pequenas felicidades inesperadas,
um convite, um presente,
o sorriso de um estranho.
Desejo-lhe a felicidade das ideias,
a excitação da razão,
o triunfo da compreensão,
o esclarecimento da visão,
o aguçamento da audição,
a busca de uma nova descoberta, o prazer no passado e no presente.

Desejo-lhe a alegria da criatividade.
Que possa sempre,
sempre, haver alguma coisa
que você queira aprender,
algo que queira fazer,
um local onde queira ir,
alguém que queira encontrar.

Que você nunca perca
o interesse pela vida.
Desejo-lhe a alegria de dominar
seus próprios músculos,
um barco, uma bicicleta,
um cavalo, uma pintura em tela,
culinária, motores,
cálculo ou francês.
Qualquer coisa.
Tudo.

2 comentários:

Vanessa B.M. disse...

Lindo poema, belo "desabafo" e instigante enquete.
Também sou muito curiosa para conhecer quem me visita e as enquetes me abrem uma pontinha da cortina deste desconhecido. Na verdade, acho q elas mais me atiçam a curiosidade do que me respondem alguma coisa...rsrs... Imagino que a grande maioria q me visita não deixa comentários, nem responde a enquetes. Ou não, sei lá... É difícil qualquer estimativa.
Para mim, o artesanato é um mundo de tantas possibilidades, de tantos afetos e tantas reorganizações emocionais... Sem dúvida, o blog é um canal maravilhoso para conhecer gente, gente como a gente. Um espaço ótimo para nos fazer vibrar com aquele sentimento de pertencimento a um grupo, a vários grupos... Nada é mais vitalizante do que sentir-se parte de algo, ser reconhecido por nossa expressão e produção.
Você me deu um susto! Quando li "desabafo" no título, pensei q vc se chateou com algo e decidiu terminar o Blog...rsrs... Ufa! Ainda bem que vou poder continuar vendo seus trabalhos lindos, seus textos inspirados e ver a sua presença em tantas coisas legais que acontecem na blogosfera.
Beijos com carinho.

Rafa disse...

Bom, eu consegui ler até ali! Ainda estou explorando seu blog, depois comento mais; na verdade é só para deixar registrado que passei por aqui e, pelo tanto que vi até agora, é tudo muito bonito e caprichado, parabéns pelo cuidado com a confecção visual e o conteúdo escrito. Não entendo nada dos assuntos que vc trata aqui, mas sem dúvida é interessante, principalmente por dar a chance de ver um outro lado seu que não conhecia. Parabéns!

Rafa

Leia também:

Related Posts with Thumbnails