sábado, 19 de maio de 2012

Onde está a beleza? (um desabafo)



Tudo começou com essa chatice de ter que aturar o deboche e o desprezo de algumas pessoas do meu convívio por eu gostar de artesanato. Decidi que agora só vou dar presente handmade para quem realmente merece e aprecia, todo o resto vai ganhar caixa de bombom de aniversário. É o que eu estava falando com a Joyce, carioca é muito preconceituoso... se você não gosta de praia, sol, carnaval e/ou shopping, você é considerado esquisito. Eu sou o cúmulo da esquisita, pois não gosto de nenhuma dessas quatro coisas! Afff... o que seria de mim sem este blog, sem os comentários e o incentivo das amigas daqui, sem a minha "tribo"? Enfim, estava assim borocoxô e desiludida quando ganho de presente da minha amiga Renata (que definitivamente não está nessa "lista negra"!) esse livro LINDO aí da foto! O livro é um encanto, deveria estar na cabeceira de toda crafter, pura inspiração! Não vou nem dar detalhes, é só beleza! Mais um incentivo para que eu continue neste caminho, onde está meu coração.  :)


Daí que estava no carro, voltando do inglês com filhote, pensando nessas coisas enquanto enfrentava o caos urbano em que se tornou Niterói. Desanimador. Em termos de trânsito, superpopulação e violência, ouso dizer que hoje em dia não difere em nada de uma cidade como o Rio de Janeiro, e ainda tem o agravante de continuar sendo uma cidade culturalmente POBRE apesar do crescimento absurdo. Abrem-se lojas e mais lojas de grife, onde uma reles bolsa custa mais de 1000 reais, e a cidade continua sem uma livraria decente, sem uma loja de CDs decente, sem um cinema decente que fuja do circuito Hollywood, sem um atrativo cultural decente para o fim de semana. É triste! Uma gente cada vez mais rica e cada vez mais burra, affff!!! E com a mentalidade provinciana de sempre, afff afff afff... DAÍ que começa a tocar Relicário no rádio, com Cassia e Nando. Filhote é fã de carteirinha, sabe a letra de cor, e começa a cantar junto. É só beleza! Em meio a tanto LIXO musical a que somos expostos, filhote canta Relicário. Deu até para esquecer Niterói!


Aproveitando o gancho, vejam meu presente de dia das mães:




As crianças tingiram uma echarpe naquele método torce-dobra-amarra, na cor escolhida por elas. A foto ficou esquisitona por causa da luz, mas eu agarantcho que é bonita! É um tom laranja! Apesar de eu ser calorentésima, fui para o trabalho com ela no pescoço segunda-feira  :)


E que me dizem desta carinha?


É tão safada que faz a gente esquecer a bagunça imensa que essa jamanta em forma de cachorro faz!


É... Isso tudo me lembra um filme que vi há muito tempo atrás, The Sunchaser (o título em português é "Na trilha do Sol"). Nunca me esqueço de uma oração Navaho que aparece na cena final:


May beauty be before me.
May beauty be behind me.
May beauty be above me.
May beauty be below me.
May beauty be all around me. 


Algo mais ou menos assim:


Que a beleza esteja à minha frente.
Que a beleza esteja às minhas costas.
Que a beleza esteja sobre mim.
Que a beleza esteja abaixo de mim.
Que a beleza esteja ao meu redor.


Bom fim de semana!



19 comentários:

Gina disse...

Oh Dorinha my darling! pra mim carioca eh 'excêntrico'. Se sair do Rio de Janeiro com um camera, vou pensar que eh turista!
Agora, essa de preconceito nao eh soh ai nao. Muita gente pensa que o presente eh barato.
Aproveite suas crafts e share the beauty com aqueles que apreciam sua criatividade.
O livro parece realmente a 'bible' das crafters.
Voce tera que leva-lo na sua cesta basica na proxima visita...
hoje meu mood tambem esta pra ir la pro Varandas!
abracos

Jud disse...

Éee Dorinha, tem gente que não tem sensibilidade para admirar algo feito com as mãos, só gostam de presentes prontos e que foram feitos por uma máquina, fazer o quê???Ter pena é o que nos resta....
Beijão, adorei a mensagem Navarro e a Wicca continua lindona!!!Arteira mas lindona...
Beijão
jud-artes.

Luciana F. Damiano disse...

Puxa..a carinha do livro é sensacional!!!
Rsrs, desabafa mesmo, hehe te dou o maior apoio.
Ah!! já ganhei uma seda pintada pela Sofia na escola do mesmo jeitinho! Tão legal esse presente...parabéns!
Ah, menina, tem um cachorrão rodeando aqui na rua que todo mundo ao redor ta ajudando...se meu quintal fosse maior....Vi a Wicca e lembrei dele.

A gente precisa curtir a nossa beleza! Eu a vejo em várias partes, rsrs. Todas simples.

beijão

Aninha disse...

Dorinha, minha flor. Vou deixar para ti uma mensagem:
Nunca ligue para o que pessoas sem sensibilidade vão pensar de ti.
Eu te vejo assim:
Emoção,
Poesia,
Talento,
e Amor...
Beijos, paz e luz.

Regiane Artesanatos disse...

Ai Dorinha que post encantador e reconfortante! Afinal eu não sou a unica a sofrer preconceito por causa do artesanato! E pior, eu trabalho apenas com isso, agora imagine eu tendo que ouvir a seguinte resposta qdo me perguntam"o que vc faz?" e eu respondo "artesanato": "ah, vc não trabalha?" pensa numa raiva....
Amei o livro...vc poderia me dizer a autora e a editora, porque muito me interessou...
Bjos e ótimo fim de semana, cheiinho de crafts!

Cantinho da Lú disse...

Liga não Dora!
Também passo por isso. Tem gente que me diz : nova, solteira e ao invés de ir prá balada fica aí bordando! kkkk
Dou as costas e sigo em frente!
Lindos o livro e a echarpe.
Mais lindo ainda seu filho tão pequeno e com tanto bom gosto.
Beijos e um ótimo fim de semana.

Mateus Pelegrino disse...

Amiga fica triste não...guarde suas artes apenas para quem merece... também não generalize, tem muita gente boa por aí...não deixe que os bobocas te levem a colocar todos no mesmo cesto (como diria minha mãe.
O livro é bordado por dentro também?
Parece um show!!!!
Bjks no coração

Valéria disse...

Nossa, eu me ví em você nesse post, sério!
Aqui todo mundo "tira uma da minha cara" (desculpe a gíria) me chamando de velha pelos artesanatos que eu faço, mas estou ignorando geral!
Na casa dos parentes do meu marido (sogra e cunhadas) toda vez que dou algo feito por mim, chegam frases dizendo: porque não fez assim? porque não fez assado? Ah, mas se tivesse costurado de outro jeito...
Nunca tá bom, tem sempre um defeito. E eu lá...esperando um: nossa, que bonito, muito obrigada!
Dia das mães fiz uma luva térmica pra sogra, no maior capricho. Olhou, disse um obrigada, assim, meio embutido, enfiou no pacote de novo e jogou sobre a mesa, afffffff.
Eu sempre digo que não vou mais fazer nada pra elas, mas não aprendo.
Mas agora não vou mais, meeeesssssmo!
Ah, e eu sou como você, não gosto de sol, não gosto de praia e não gosto de carnaval! Vamos achar um planeta pra nossa nova espécie?? Vai ser muito mais legal!
Beijinhos e bom domingo.
Ahhh, amei seu presente, ficou muito lindo e charmoso!!!
Beijos

Juliana! disse...

Adorei o desabafo!
Essas pessoas não merecem ganhar nada,apenas o desprezo :)

Beeijos

Lau disse...

Isa querida, saudades de vc...
Amiga, liga não p/ as pessoas que não dão valor ao "feito a mão", não devem dar valor p/ nada, né?!
Aqui mesmo perto de mim, as pessoas dizem que os trabalhos são lindos, mas não p/ presenteá-las... já selecionei, quem recebe trabalho feito a mão e quem NÃO merece!
Fica com Deus!
Uma doce e abençoada semana p/ vc!
BjO

Ana Paula R. Portela disse...

Minha querida, minha fase in não me deixou comentar, mas... não resisti.
Você é autêntica, descolada, encucada (como toda mãe!), um doce, mulher, amante, professora, mãe... e ainda tá sobrando tempo pra dar confiança a quem não merece?
Pois eu daria uma parte da unha do dedinho pra poder passar umas horas ao teu lado... costurando.. bordando... crochetando...
Você é muito gente, Dora querida.
Uma beijoca grande e estalada na bochecha!
Fique com Deus

Pizinha Artesanatos disse...

Nossa Dora pelo que vi nos coments não somos as únicas, estes dias uma moça disse para eu vender cosméticos que com o passar do tempo iria para com artesanato e ficou falando e falando.
Não tenho nada contra, pois uso e gosto.
Poderia até mandar uns kits com meus trabalhos, mas com certeza iria comprar de quem não menospreze o que eu tanto gosto de fazer.
Como a Jud disse temos que ter pena destas pessoas, embora eu não goste deste sentimento.
Ah, eu até pensei: Mas a Dora não já ganhou uma echarpe, foi a Lu...
Ficou linda e é fresquinha de usar.
Bjs,

Joyce

Izabel Biali disse...

Oi Dora, nem se dê o trabalho de se chatear que não vale a pena.
Isso tem muita e muita gente, que não dá valor o trabalho manual. Mas em compensação outros apreciam e compron bastante.As vezes pagando preço alto. Mas tudo o que é artesanal e um produto exclusivo.
Estas pessoas as vezes e pura inveja, de não terem a capacidade para desenvolver habilidade nenhuma.
Bjs.
Izabel

Gladis disse...

Oi, eu achei linda a carinha da sua jamanta , rsrsrs.
Abraço , Gladis.
Ah e adorei a coruja no pano de prato, parabéns.

Márcia disse...

xiiii amiga, aqui não é diferente também! Gosto de praia mas não gosto de ficar torrando no sol, detesto carnaval, nossa tenho tanta coisa que não gosto que todo mundo gosta...mas devemos nos dar muuuito valor mesmo.
Bem fizeste sobre os presentes, nossa é tão ruim quando gastamos nosso tempinho precioso e a pessoa mal olha quando recebe, nossa cai meu chão.

Lembro-me de uma vez que fiz uma almofadinha de coração em ponto cruz, e levei um tempão para acertar a costura do tal coração, olha precisava ver...era o cúmulo o jeito que foi recebio o meu coração almofadinha.

A pessoa que recebeu o meu presentinho nem olhou, abriu e atirou na cama, assim do nada... depois disso resolvi que não iria fazer mais nada para ninguém à mão, só para quem gosta memso. Não vale a pena! E me deste uma ideia, a caixa de bom bom não tem erro. Gostei!

Seu echarpe ficou lindo, um ótimo presente!

Isadora, que a beleza esteja ao nosso redor! É o que desejo!!
Um beijo!!!!

Teresa Aparecida de Aquino Soranso disse...

Diz a verdade, não os olhos deles que nos apaixonam? Parecem falar e passam amor. Apaixonei - me pelo Preto e o levei da rua por causa de seu olhar. Bjs

Thays disse...

Ufa alguém disse o que penso, não moro no rio, mas moro no rio grande do sul, minha cidade é rica, tem muitas fumageiras, o que acho péssimo porque a cidade vive de um dinheiro às custas da saúde das pessoas, todo mundo aqui se acha, uma peruada arrogante e vazia, te entendo perfeitamente, quanto aos presentes feitos pela gente, costumo dar só pra minha família, eles sim sei que dão valor.

Clemilde disse...

Olá!
Também sou muito "esquisita". Como você, estes quatro itens não estão nas minhas preferências. Este livro é lindo. Ganhei um da minha filha o ano passado, além de ter gostado muito decora um cantinho na minha sala.
Beijos

Lete disse...

Como eu te entendo, Dorinha! Também sou esquisita assim como você, por isso bem-vinda ao clube! :)
Beijinho carinhoso e acredite que mais cedo ou mais tarde, pessoas "esquisitas" como nós, acabam por encontrar-se e fazer desta nossa arte, o seu lema de vida e a sua alegria!
Adorei o post! :)

Leia também:

Related Posts with Thumbnails